18 de maio de 2010

BONITO - GRUTA DO LAGO AZUL, DE SÃO MIGUEL E RIO SUCURI

Bonito é realmente tudo aquilo que dizem, e mais um pouco! O lugar é realmente incrível! Um passeio inesquecível, e CARO! Mas pegando carona no comercial da Mastercar, conhecer a Gruta do Lago Azul não tem preço! Eita lugar lindo!

É impossível descrever tamanha beleza daquela lugar. Por mais fotos que já se tenha visto, pessoalmente é, no mínimo, 5 vezes mais bonito. Um lugar para ficar gravado na memória. Aliás, guarde bem na memória porque em fotografias é mais complicado. Não sei quem inventou essa história de proibir a entrada de tripés nas grutas. Isso é uma baita sacanagem. Está certo que é perigoso, alguém pode tropeçar no seu tripé, pode haver impacto ambiental, etc... mas poxa, quantas pessoas costumam viajar com um tripé a tira-colo? Nós costumamos! Mas lá não pudemos usa-lo e por isso perdemos muitas fotos da gruta. A maioria ficou escura demais, ou tremida demais. Mas algumas nós conseguimos salvar! :)
Pra completar, demos a "sorte" de pegar o guia mais chato da cidade. Ele não nos deixava fazer nada! Não podíamos descer as "escadas" de frente, só de lado. Não podíamos parar no caminho para tirar fotos, pois segundo ele, havia um lugar muito melhor mais pra frente. Não podíamos apoiar a camera nas formações rochosas. Um verdadeiro "mala"! rs..

Mas tudo bem, aquele lugar é lindo demais para gerar estresse. Mas que eu fiquei P da vida quando cheguei em casa e vi que havia perdido um monte de fotos, isso eu fiquei! :)

Por medida de segurança, ainda no receptivo, recebemos capacetes para serem usados dentro da gruta. Outra medida importante é com relação ao calçado. É obrigatório o uso de tênis, ou algum outro calçado que tenha solado de borracha, pois os degraus da gruta são estreitos e escorregadios, e além disso, não há corrimão para o apoio.
Crianças menores de 05 anos não podem realizar o passeio.

Com um pouco de imaginação, ou com a ajuda do guia, podemos avistar muitas figuras, como por exemplo, o Buda de costas (foto abaixo).
A Gruta do Lago Azul é considerada uma das maiores cavidades inundadas do planeta. Dizem que ela foi descoberta por um índio Terena, em 1924.
Em 1992, uma expedição de espeleomergulhadores (nem sabia que isso existia! rs) encontrou fósseis de mamíferos pré-históricos, como o tigre de dente de sabre e uma preguiça gigante. Desde então não é permitido entrar, e nem tocar nas águas da gruta.
Conforme descemos os mais de 300 graus em direção ao fundo da gruta, o lago vai se tornando cada vez mais visível, mais azul e mais lindo!
Dos mirantes temos a impressão de que suas águas são rasas, porém estima-se que sua profundidade chegue a 80m de profundidade.
Informações Gerais:Distância - aproximadamente 20km do centro de Bonito
Valor - R$ 36,00 (alta e baixa temporada)Importante - Crianças menores de 05 anos não podem realizar o passeio.


Na região há também as Grutas de São Miguel. Inclusive são próximas. Normalmente as agências incluem as duas no mesmo dia.
A gruta é legal, é grande, tem uma iluminação artifical que proporciona um visual bem legal, mas aconselho a visita-la antes da Gruta do Lago Azul, porque se deixa-la para depois, acaba ficando sem graça, na minha opinião.

O passeio começa com um vídeo, ainda no receptivo, sobre as grutas. Após o vídeo, partimos para a gruta através de uma trilha suspensa, com 180m, que nos permite caminhar por entre as copas das árvores do cerrado, o que torna a aventura ainda mais gostosa, principalmente para aqueles que não tem medo de altura (o que não é o caso do Sr. Dias.. rs).
Antes de chegarmos até a gruta, paramos em um mirante construído ainda na trilha suspensa. De lá podemos apreciar o visual abaixo.
Após a parada no mirante, seguimos a trilha até a gruta principal, onde existe uma rica variedade de espeleotemas e outras formações calcárias.
A gruta tem aproximadamente 270 metros de extensão, distribuídos em uma área de 3.149 m2, é uma cavidade seca, formada através da dissolução de rochas calcárias do período pré-cambriano. Essas rochas datam de cerca de 650 milhões de anos atrás e, de acordo com o site, pertencem ao grupo Corumbá.
Ao longo do passeio podemos ver estalactites, estalagmites, travertinos, coralóides e pérolas. Se tivermos sorte, podemos ver a coruja suidara (2ª foto abaixo) que vive no interior da gruta.
Mas o mais legal desse passeio estava no final. Um carrinho elétrico, tipo esses de golfe, estava esperando para nos levar de volta ao receptivo. Bem legal. Principalmente porque o motorista achou que estivessemos num rally. Foi um saculejo só!
Informações Gerais:
Distância - 18km do centro de Bonito
Valor -
R$ 25,00 (alta e baixa temporada)Importante - Crianças menores de 05 anos não podem realizar o passeio.

Depois das grutas era a hora de fazermos nossa primeira flutuação na cidade, a do Rio Sucuri. O problema é que estava um frio danado e eu já estava começando a achar que não tinha sido uma boa ideia irmos pra Bonito no frio. Mas isso foi pura ilusão. Depois que colocamos nossos pés na água, toda a preocupação acabou. Não vou dizer que a água estava quentinha, mas nem estava tão gelada.
O Rio Sucuri fica localizado na Fazenda São Geraldo, e possui possui 8.405 hectáres.
Antes de sairmos para a flutuação, vestimos nossas roupas de neoprene (que são obrigatórias e já estão incluídas no valor do passeio). E isso não é apenas no Rio Sucuri, mas em todos os outros locais de flutuação. A roupa é ótima! Ajuda nosso corpo a flutuar, além de esquentar do frio.
Seguimos por aprox. 10 minutos na carroceria de um caminhão até o início da trilha. No caminho vimos um tamanduá bandeira, mas como estava somente com a camera aquática, não deu pra fotografa-lo, já que a mesma não tem um zoom decente. Seguimos até a nascente do Rio, onde não é permitido nadar, apenas apreciar toda sua beleza.
Continuando um pouco mais a trilha, mais ou menos uns 200 metros abaixo da nascente, chegamos ao nosso ponto de flutuação.
Fiquei impressionada com a correnteza do rio. Fui a primeira a entrar na água para tirar fotos. Ah sim, eles disponibilizam uma pessoa para nos acompanhar durante a trilha (fora da água), e no início da nossa flutuação, para tirar fotos do grupo e depois vender o CD com as imagens. Depois que tirei as fotos, precisava voltar para o deck onde estavam todos que iriam fazer a flutuação naquele horário, e por pouco não passei direto e desci rio abaixo. rsrs..
A flutuação dura em média 01 hora, percorrendo 1 km.
"Flutuar" nos rios de Bonito é uma experiência maravilhosa! Debaixo d'agua a visibilidade pode chegar a 50 metros. Isso por causa da alta concentração de calcário, que serve como filtro natural, decantando as impurezas e deixando a água extremamente cristalina. É só deixar a correnteza te levar e se preocupar somente com os melhores ângulos para as suas fotos (e com as pernadas e braçadas do colega ao lado). :) Se você não possui uma câmera subaquática, não se preocupe. Na cidade, ou até mesmo nos receptivos, é possível alugar uma!
Os peixes mais vistos no Rio Sucuri são as Piraputangas (foto acima) e os Curimbatás (foto abaixo).
Há bastante conchinhas e plantas. Confesso que em determinados momentos essas plantas me davam um certo nervoso. Me dava a impressão de que sairia uma enorme sucuri dali para me atacar. (Coisas de quem assiste muito filme de terror) rsrs...
No final da flutuação, o caminhão está aguardando para nos levar de volta ao receptivo. Foi a pior parte!! Como estávamos molhados, o frio parecia rasgar nossa pele. A roupa ajudava a esquentar um pouco, mas as partes que estavam de fora (rosto, pernas, braços e principalmente mãos) sofreram com o frio.

Informações Gerais:
Distância - 18km do centro de Bonito
Valor - Adulto -
R$ 108,00 (baixa temporada) / Adulto - R$ 136,00 (alta temporada) - valores com almoço incluído.Importante - Não passar repelente ou protetor solar por causa dos peixes.

- Lembrando que os valores descritos são referentes a maio/2010.

2 comentários:

Viagem Afora disse...

Cristiane,
O Rio Sucuri realmente é encantador e único!!!
bjs

Cristiane Dias disse...

Sem dúvida!
Um passeio inesquecível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...