5 de abril de 2014

CACHOEIRA VÉU DA NOIVA - PARNASO (SEDE PETRÓPOLIS)


Aproveitando que os queridos amigos (até então virtuais) Carla e Elio, do blog Expedição andando por aí, estariam em Petrópolis esse fim de semana, deixamos a Bia com a minha mãe e subimos a serra para conhece-los pessoalmente.

Ainda bem que fomos! Passamos um sábado super agradável, apesar de cansativo, em ótima companhia. Conhecemos ainda duas de suas amigas, a Claudia e a Marisa, igualmente simpáticas. Fizemos a trilha para a cachoeira véu da noiva, no PARNASO (Parque Nacional da Serra dos Órgãos), sede Petrópolis.
O parque está situado no bairro do Bonfim, em Corrêas, na cidade de Petrópolis, e possui trilhas com diversos níveis de dificuldade. Diferentemente das outras sedes (Teresópolis e Guapimirim), essa não possui estacionamento.

Deixamos o carro na casa da D. Maria, uma senhora que mora ao lado da sede do parque, e que permite que os visitantes estacionem seus carros em seu quintal, por R$ 5,00. Mas essa não é a única opção. Há também um estacionamento por R$ 10,00.

Apesar de frequentar a cidade há anos, nunca tinha ido ao parque, e agora entendo porque. Seu acesso é difícil. Achei super escondido, diferente da sede de Teresópolis. A de Guapimirim não conheço, então não posso dizer. Como o Elio estava com todas as coordenadas no GPS, não tivemos problemas para acha-lo, mas tenho certeza que se estivéssemos sozinhos, seria complicado.


De acordo com o site do parque, a trilha para a cachoeira véu da noiva possui um nível de dificuldade moderado.
Eu, particularmente, achei a volta super tranqüila, mas a ida foi beeemm cansativa, já que sofro demais nas subidas.
Fizemos o trajeto em 1h:40min., se não me engano. Bom tempo, já que estima-se entre 1h e 2h.

No caminho é necessário cruzar o rio por duas vezes, mas tudo bem tranquilo. Deve-se tomar cuidado em dias de chuva por causa das trombas d'água, pois elas impossibilitam a travessia do rio.
A primeira travessia é feita no Poço da Gruta, após a Gruta do Presidente.

Poço da Gruta
Calçando os sapatos após a travessia

Há um trecho da trilha muito bonito, repleto de bambuzal. Parada obrigatória para fotos!


Enfim a cachoeira véu da noiva! Linda e majestosa!


E nós, os aventureiros!

Depois de algumas (muitas) fotos, fizemos nosso lanchinho e pegamos a trilha de volta.


Na volta demos uma passadinha no poço Paraíso, onde as corajosas Claudia e Marisa resolveram tomar um banho geladinho, enquanto nós descansávamos e apreciávamos a paisagem.


O Cris super confortável curtindo a beleza do lugar
A lua nos presenteando com sua presença

Ficamos ali alguns minutos e depois voltamos para a portaria do parque.

E assim terminou nosso sábado. Esperamos que essa tenha sido a primeira de muitas outras trilhas que faremos com a Carla e o Elio.

Informações gerais:
Onde fica - Sede de Petrópolis: Estrada do Bonfim, no bairro do Bonfim, no distrito de Corrêas - Petrópolis

Funcionamento - Diariamente, das 8h às 17h

Valor - R$ 12,50 brasileiros e R$ 20,00 estrangeiros. Moradores dos municípios de Magé, Guapimirim, Petrópolis e Teresópolis pagam R$ 2,50 mediante apresentação de comprovante de residência. Maiores de 60 anos e menores de 12 anos não pagam ingresso.

Para saber mais sobre o parque, entre no site: ICMBio

4 comentários:

Manu disse...

Cristiane, que legal!!!!!! Tava pesquisando o que fazer pelos arredores de Petrópolis e seu blog foi um achado.
Mas só uma coisa: é mata mto fechada até chegar na trilha? Pq tenho pavor de me deparar com cobras, rsrs

Bjos!

Cristiane Dias disse...

Oi Manu, fico feliz quando o blog ajuda outros viajantes!
Pode ir tranqüila! A trilha é bem demarcada, não é nada Indiana Jones. rsrs... E se servir como incentivo, eu também tenho pavor de cobras. :)
Claro que estando no mato há sempre uma chance de nos depararmos com alguma, mas nós não vimos nenhuma! (Ainda bem!) rs..
Se resolver se aventurar por lá, volte pra nos contar como foi.
Bjs

Carla Nogueira disse...

Cris!
Só pude apreciar seu post hoje, pois acabamos de chegar... Lindo post! Obrigada pela companhia e com certeza essa foi a primeira de muitas outras trilhas!
Aguardamos vocês aqui no PETAR, hein? Com a Bia, é claro.
Bjs

mel disse...

Olá, tem como chegar nessa trilha a pé? pois não tenho carro.

obrigada

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...