4 de abril de 2015

ILHA DO CAMPECHE - FLORIANÓPOLIS

Depois de tantos anos vindo para cá, fizemos um passeio que nunca havíamos feito, e que há tempos estávamos planejando: Ilha do CampecheUm lugar lindo com águas claras, tranquilas e com um verde degradê.


A ilha fica bem em frente à praia de mesmo nome, e foi de lá que fizemos a travessia de barco, na verdade um bote inflável que transporta 6 pessoas por vez. O trajeto não durou mais que 10 minutos e custou R$ 60,00 por pessoa (ida e volta). A Bia não pagou. Esse preço pode variar de acordo com a época do ano.

A ilha vista da praia do Campeche, e o bote que faz a travessia

Há outros dois pontos de saídas de barcos para a ilha: Barra da Lagoa e praia da Armação, mas acredito que pela distância, sejam mais caros, e feitos com outros tipos de embarcações.

Novamente a ilha vista da praia do Campeche

O acesso à ilha é controlado, e só é permitida a entrada de 800 pessoas por dia, por isso, VÁ CEDO!
Nós chegamos na praia por volta das 10h e quase não conseguimos fazer a travessia, pois depois de nós, somente mais 4 pessoas puderam embarcar.

Todos que desembarcam na ilha são recebidos por um monitor ambiental. Ele fala um pouco do lugar e dá algumas orientações sobre o que pode, e o que não pode fazer.
 
A ilha foi tombada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico Artístico e Nacional) devido aos sítios arqueológicos que lá se encontram. 

Há apenas 2 restaurantes por lá. Achei os preços acessíveis. Nada que precise deixar um rim ou qualquer outro órgão...
Esse foi o restaurante que ficamos

Gosta de trilha? Há duas por lá! De acordo com a monitora que nos recepcionou, a trilha curta é de 1h:30min - e a mais longa é de 2h. Ambas são guiadas e pagas. Não fizemos nenhuma delas pois estávamos com a Bia, mas da próxima vez quero fazer! 


Pra quem não curte caminhadas no meio do mato, há a opção de mergulho com snorkel. Um barquinho leva os visitantes para mergulharem na parte de trás da ilha, na parte rochosa.

Barco levando os visitantes para um mergulho

Também não curte mergulho? Então sente e fique apenas apreciando esse lugar paradisíaco. Você não vai se arrepender!
Bia e papai fazendo castelinho de areia
Agora foi a vez da dinda fazer castelinho com a Bia
Destruindo o castelinho!
Mergulhinho gelado!

Para ver peixinhos nem é preciso fazer o mergulho, basta dar uma caminhada pela beira da água.




Um comentário:

Carla Nogueira disse...

Lindo Cris!
Preciso voltar e visitar essa ilha mágica. Verdadeiro caribe no Sul do Brasil!
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...